Federer já tem um plano para o pós-carreira: «Adorava ser capitão na Laver Cup»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 23, 2021

Roger Federer é um dos principais responsáveis pela existência da Laver Cup, competição que volta a ser disputada este ano, já neste fim-de-semana. O suíço não vai estar em Boston devido a lesão, mas deu uma entrevista ao New York Times, na qual salienta a importância da prova. Mais do que isso até, o campeoníssimo garante que é pela Laver Cup que passa um pequeno plano pós-carreira.

“Vejo-me claramente a continuar envolvido. Adorava ser capitão na Laver Cup um dia. É uma forma linda de os rivais coexistirem durante uma semana juntos. É realmente divertido partilhar o balneário com estes tipos com quem até partilhas mas não falas de táticas, e ver como cada um se prepara, apoiar os outros. Normalmente não torces contra os outros, mas não te importas se ganham ou perdem. Na Laver Cup é diferente”, explicou o helvético, de 40 anos.

Além de recordar um encontro “realmente especial” quando jogou pares com Rafael Nadal, Federer destaca a importância da Laver Cup. “No nosso desporto não há uma plataforma grande o suficiente para antigos grandes jogadores e lendas. Se olharmos para o golfe, têm uma forma muito boa de lidar com isso. Antigos jogadores estão sempre por perto, a dar conselhos aos mais novos. Ter um evento como a Laver Cup é para colocar o holofote numa lenda como Rod Laver e muitos outros que abriram caminho para nós”, sustentou.

Pedro Gonçalo Pinto