Federer garante: «Se o Djokovic não me ganhasse em Wimbledon não estava a lutar pelo número um»

Por Nuno Chaves - Novembro 15, 2019
djokovic-federer

A vitória de Roger Federer frente a Novak Djokovic foi o grande destaque da jornada desta quinta-feira nas ATP Finals, ainda para mais porque Rafa Nadal garantiu a liderança do ranking mundial no final do ano graças a esse resultado.

O suíço, posteriormente na conferência de imprensa, falou sobre essa luta que ainda estavam em aberto, reconheceu que Nole tinha uma pressão extra e deixou uma declaração… interessante. Sabia que havia muito em jogo para o Novak mas se ele não tivesse vencido em Wimbledon, de certeza que não estava a lutar pelo número um. Ele venceu-me em Wimbledon e é por isso que estava tão perto”, afirmou o número três mundial.

Mesmo assim, Federer reconhece que quer Djokovic, quer Nadal merecem terminar a época à sua frente. “O Rafa também teve uma grande temporada, estou feliz de ter vencido os dois este ano, mas ambos merecem estar melhor classificados que eu. Hoje foi um bom dia para o ténis, não só pelo nível ou por ter derrotado o Novak, mas porque o número um estava em jogo. A atmosfera foi agradável, estou muito satisfeito com o meu rendimento”

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.