Federer e o recorde de Grand Slams: «Eu só queria bater o Sampras, o resto é bónus»

Por José Morgado - Junho 14, 2021
Federer

Roger Federer, detentor de 20 títulos de Grand Slam desde janeiro de 2018, tem visto o seu recorde ser ameaçado pelos rivais Rafael Nadal (que já soma os mesmos 20) e Novak Djokovic (19). O suíço de quase 40 anos assume não estar incomodado com essa situação até porque para ele o ténis… não são apenas os Grand Slams.

“Hoje em dia parece que tudo no ténis tem a ver com o número de Grand Slams. Eu não gosto disso. Na maior parte do ano jogamos torneios ATP. Eu só queria bater o recorde do Sampras, de 14 Majors. Sempre disse que tudo o que viria a partir do 15.º seria um bónus. Enquanto eu, o Rafael e o Novak continuarmos a jogar a hipótese de mexer-mos com esse número”, confessou em conferência de imprensa em Halle, após avançar para a segunda ronda.

O suíço elogiou ainda a forma como Novak Djokovic triunfou em Roland Garros. “A forma como ele deu a volta na final foi incrível. E a meia-final contra o Rafa teve pontos memoráveis, muito longos”, reconheceo o helvético.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.