Federer e as dificuldades de Murray: «Ele pode voltar rapidamente… ao top 30»

Roger Federer foi confrontado esta sexta-feira pelos jornalistas sobre o ano de Andy Murray, que viveu uma temporada de 2018 difícil. O escocês de 31 anos tentou regressar à competição, mas sem grande sucesso, e acabou a sua época fora do top 250.

“Penso que ele pode voltar rapidamente ao top 30. O nível que ele apresentou este ano é condizente com isso, o problema é que teve muitas lesões, paragens, altos e baixos. É claro que top 30 para alguém como o Andy, que tem dois ouros olímpicos, ganhou Grand Slams e foi número 1… não chega”, admitiu o campeoníssimo de 37 anos.

Federer deixa algumas dúvidas sobre o estado físico de Murray, que tem vindo a dizer que se sente gradualmente melhor. “Eu tenho a certeza de que se ele estiver a 100 por cento pode voltar ao topo, mas não sabemos se ele está a cem por cento”.