Domingues: «É uma pena que Portugal concentre tudo no futebol»

Por Bola Amarela - Fevereiro 19, 2020
joao-domingues
Foto: Bruno Alencastro/ Bola Amarela

João Domingues está a viver uma grande semana no Rio de Janeiro. Já passou a fase de qualificação e está nos oitavos-de-final do quadro principal, onde defronta esta quinta-feira o italaino Gianluca Mager. O oliveirense de 26 anos falou com o corresponde do jornal ‘Record’ no Rio e mostrou a sua felicidade.

“O meu objetivo principal era passar o qualifying, avançar jogo a jogo com o objetivo de ganhar e consegui. Estou contente e agora tenho que me preparar da melhor forma a próxima ronda”, confessou, antes de projetar um quarto (!) encontro seguido contra um italiano em menos de uma semana. “É normal porque estão muitos italianos no top 300, nem sei se não é o país com mais jogadores. Contra o Mager tenho uma vitória e uma derrota. É um grande jogador e tenho que falar com os meus treinadores para preparar bem este encontro”.

Foto: Bruno Alencastro/ Bola Amarela

O encontro com Gaio esteve parado quase 30 minutos devido a falta de luz. “Aquela paragem foi melhor para o Gaio do que para mim. Ele aproveitou para falar com o seu treinador e voltou a jogar de uma maneira diferente. Eu também falei com meu treinador e fui analisando o jogo. Mas depois consegui ser competitivo e ganhei também o segundo set”.

Domingues lamentou, por outro lado, a falta de apoios ao desporto português, exceção para o futebol. “Infelizmente, pois não é só no ténis, temos atletas bons e conceituados que nem sempre são apoiados pelo país. Mas é pena que Portugal concentre tudo para o futebol. Acho que há muitas pessoas a protagonizarem feitos e a terem carreiras muito boas em outras modalidades”.

Bola Amarela