Djokovic serve como nunca e arrasa em 85 minutos

Por Bola Amarela - Janeiro 24, 2020

Uma hora e 26 minutos. Foi do que Novak Djokovic precisou para despachar de forma implacável o japonês Yoshihito Nishioka, por 6-3, 6-2 e 6-2, e avançar para os oitavos-de-final do Open da Austrália, continuando a levar a bom porto a defesa do título conquistado pela sétima vez no ano passado.

A assombrosa prestação do sérvio de 32 anos ganhou forma no primeiro ponto do encontro e estendeu-se até ao último. Pelo meio, o número dois mundial cedeu apenas oito pontos no seu serviço, um nos dois primeiros sets e quatro no último jogo, alinhou 40 winners e 17 ases. Números que o colocam nos oitavos-de-fina de um Grand Slam pela 50.ª vez na sua carreira.

O seu próximo adversário em Melbourne é o argentino Diego Schwartzman, número 14 mundial.

Bola Amarela