Djokovic sai de Wimbledon como não saía de um Major há sete anos

Por admin - 2 Julho, 2016

Foi ontem que começou a tomar formas mas foi este sábado que a derrota de Novak Djokovic se confirmou no All England Club, às mão do destemido Sam Querrey, pelos parciais de 6-7(6), 1-6, 6-3 e 6-7(5). Ao ser travado na terceira ronda de Wimbledon, o número um do mundo perde a oportunidade de alcançar os quartos-de-final de um Grand Slam pela primeira vez em mais de sete anos.

Com a queda do maior gigante do circuito cai também uma série de recordes que podiam ser quebrados esta temporada pelo sérvio de 29 anos, entre eles o Golden Slam (a conquista dos quatro Majors e da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos) e de se tornar no terceiro jogador da história a vencer os quatro Grand Slams numa temporada só, imitando Rod Laver (fê-lo duas vezes) e Don Budge. Djokovic corria também atrás da 31.ª vitória consecutiva em provas do Grand Slam, marca atingida por Laver e superada por Budge (37).

“Fui dominado por ele”, admitiu Djokovic no final. “Eu sabia que seria um jogo equilibrado e que não seria fácil quebrar o seu serviço, porque é muito difícil de ler, e quando ele teve as suas oportunidades, foi mais agressivo”, analisou o campeão em título, relativizando, de seguida, a derrota.

“Acredito em coisas positivas. Não é a primeira vez que perco um encontro num Grand Slam, ou um outro encontro qualquer, sei o que fazer. Primeiro tenho de descansar e pensar em outras coisas. Tenho a sorte de ter uma família e uma vida fora do ténis. Foi um ano muito bom para mim, mas também muito cansativo. Preciso de descansar”.

AELTC/Florian Eisele . 02 July 2016

A contrastar com a resignação do jogador dos Balcãs, a felicidade de Querrey: “É incrível conseguir esta vitória no maior torneio do mundo. Estou completamente extasiado neste momento. Joguei bem nos pontos de break, continuei a servir bem e lutei muito nos tie breaks. Estou tão contente”.

Favoritos avançam

Ao contrário do sérvio, os restantes favoritos que terminaram o seu trabalho na jornada de hoje seguiram em frente:

Andy Murray d. John Millman: 6-3, 7-5 e 6-2
Milos Raonic d. Jack Sock: 7-6(2), 6-4 e 7-6(1)
Kei Nishikori d. Andrey Kuznetsov: 7-5, 6-3 e 7-5
David Goffin: Denis Istomin: 6-4, 6-3, 2-6 e 6-1
Marin Cilic d. Lukas Lacko: 6-3, 6-3 e 6-4
Steve Johnson d. Grigor Dimitrov: 6-7(6), 7-6(3), 6-4 e 6-2
Encontros adiados para a jornada de amanhã: