Djokovic: «Os adeptos apoiam o Federer e o Nadal mas isso não significa que me odeiam»

Por Nuno Chaves - Fevereiro 18, 2020
djokovic-artigo

Novak Djokovic quebrou o silêncio sobre a questão de não receber o mesmo apoio que Roger FedererRafa Nadal, algo que tanto tem dado que falar.

O número um mundial deixou uma profunda mensagem sobre esta situação. “Muito se tem escrito sobre o facto de não ser amado. Não gosto de falar de mim mesmo mas a minha impressão é que eu recebo muito apoio e simpatia. Quando jogo contra o Federer e Nadal os adeptos apoiam-nos mas isso não significa que me odeiam”, admitiu o sérvio.

“Não gosto de ouvir aquela conversa de ser a Sérvia contra o mundo. E mesmo se as pessoas não me adoram, por que é que eu iria atirar combustível para o fogo? Não quero dar muita atenção a isso, não quero lidar com isso ou pensar em emoções negativas, ódio ou raiva”.

Djokovic prosseguiu. “Por vezes fico distraído, tenho explosões, seja com o público, árbitro, vento, etc. Admito que não ficou orgulhoso disso mas sou um ser humano que comete erros e tenta ser melhor dia após dia (…). Claro que queres sempre que te apoiem, mas não quero essa negatividade. Essas não são o tipo de flores que quero no meu jardim”, referiu o líder do ranking ATP, que regressa à competição na próxima semana, no ATP 500 do Dubai.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.