Djokovic fixa recorde olímpico com mais umas meias-finais e apanha Federer noutro

Por Bola Amarela - Julho 29, 2021
novak-djokovic

Novak Djokovic está absolutamente imparável nesta edição dos Jogos Olímpicos, a somar arraso atrás de arraso rumo às meias-finais do quadro de singulares masculinos, sendo que também atingiu a mesma fase em pares mistos. O grande objetivo do número um do mundo passa por conquistar o ouro, especialmente na sua variante predileta, mas a verdade é que já está a fazer história nesta altura.

Pela terceira vez na carreira, Djokovic está nas meias-finais dos Jogos Olímpicos no torneio individual, um recorde absoluto, tendo em conta que nunca ninguém alcançou esse feito. Em 2008, o sérvio caiu aos pés de Rafael Nadal nas ‘meias’ e depois bateu James Blake na luta pela medalha de bronze. Já em 2012, cedeu perante Andy Murray e falhou o bronze frente a Juan Martín Del Potro. Já em 2016, perdeu logo à primeira com Del Potro.

Por outro lado, apanhou Federer num registo igualmente impressionante, ao alcançar as 13 vitórias em torneios olímpicos, ao passo que já vai em 22 triunfos consecutivos em 2021. No entanto, Djokovic tem os olhos postos no ouro olímpico para, depois, tentar concretizar o inédito Golden Slam no ténis masculino.

Bola Amarela