Djokovic e a nova Associação: «Não queremos dividir nada nem boicotar a ATP»

Por Tiago Ferraz - Setembro 16, 2020
djokovic

O tenista sérvio Novak Djokovic estreou-se da melhor forma no ATP Masters 1000 de Roma depois de ter ultrapassado Salvatore Caruso naquele que foi o seu primeiro encontro depois da desqualificação do US Open.

No final do encontro, em conferência de imprensa, Novak Djokovic falou do que sentiu:

“Não diria que recuperei a felicidade hoje porque eu sou feliz independentemente do ténis. A minha felicidade não depende se eu venço ou não um encontro. Obviamente que depois dessa situação em Nova Iorque estive quatro ou cinco dias em baixo mentalmente e comecei a treinar em terra batida para enfrentar estes primeiros encontros. Claro que queria jogar o meu primeiro encontro em terra batida o mais rápido possível para poder retirar aquele episódio da minha cabeça. Acho que desta forma a situação vai sendo dissipada. Hoje estive bem, mantive o controlo e construí os pontos de acordo com a superfície, que é a terra batida”, disse, citado pelo Punto de Break.

Novak Djokovic falou ainda da nova Associação do ténis mundial e diz que não pretende uma separação da ATP:

“Reuni-me com o Andrea (Gaudenzi) há uns dois dias durante duas horas e meia. Não há problemas entre nós, somos muito transparentes, há uma relação aberta, de respeito mútuo, ele é o presidente da ATP. Não queremos lutar com eles, nunca quisemos boicotar a ATP nem separar-nos. Queremos trabalhar juntos, com as jogadoras também, uma vez que há quase 200 tenistas que já ‘assinaram’ a nossa proposta. É muito importante para nós o facto de nos sentirmos representados e o facto de termos conseguido levar avante uma nova ideia é importantíssimo também. Não queremos dividir nada, mas pensamos que é necessária uma associação que nos represente. É apenas isso”, revela.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.