Djokovic deixa recado na Bósnia: «Espero jogar o Australian Open e o US Open»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 14, 2022

Novak Djokovic tem mantido uma agenda ocupada depois de ganhar Wimbledon. O sérvio voltou logo para Belgrado e já esteve também na Bósnia para ser a grande estrela da inauguração de uma academia em Visoko. Além de ter disputado um encontro de exibição com Ivan Dodig, aproveitou para deixar alguns recados.

“Ainda muita gente pensa que forcei a minha entrada na Austrália e que tentei entrar sem papéis e sem isenções. Isso ficou provada. Eu nunca iria tentar entrar num país sem permissão para viajar. Adorava voltar à Austrália, adora a Austrália, tenho os melhores resultados em Grand Slams lá, por isso espero jogar o Australian Open e estar lá em janeiro”, começou por dizer.

Mas não se ficou por aqui. “E também quero estar em Nova Iorque para o US Open, quero estar nos Estados Unidos e em qualquer lado onde possa jogar. Sou um tenista profissional, não me meto na política porque isso não me interessa. Tenho a minha posição e sou a favor da liberdade de escolha. Respeito tudo e todos, então espero pelo menos que respeitem as minhas decisões. Se puder vou, se não, não é o fim do Mundo”, rematou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.