Djokovic bate Tsitsipas em duelo fabuloso e está na final de Paris pela 8.ª vez

Por José Morgado - Novembro 5, 2022

Novak Djokovic, seis vezes campeão do ATP Masters 1000 de Paris-Bercy, terá este domingo a oportunidade de vencer o torneio francês por uma sétima vez, depois de este sábado se ter apurado para uma impressionante oitava final na prova, às custas de uma 13.ª vitória consecutiva numa reta final de temporada em que tem estado imparável.

O sérvio de 35 anos, sétimo do ranking mundial e ausente de boa parte do ano devido ao facto de ter optado por não se vacinar, derrotou numa fabulosa meia-final o grego Stefanos Tsitsipas, número cinco do Mundo (será terceiro na segunda-feira) por 6-2, 3-6 e 7-6(4), numa batalha de 2h22 em que acabou por ser o mais forte na reta final, vencendo os últimos quatro pontos de um tie-break final em que chegou a estar a perder com mini-break de atraso (a 3-4*).

Na final, Djokovic vai reencontrar o dinamarquês Holger Rune, a fazer uma semana de luxo. Os dois jogadores, que chegaram a treinar juntos muitas vezes em Monte Carlo, vão defrontar-se pela segunda vez, depois do triunfo do sérvio em quatro sets na primeira ronda do US Open 2021.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt