Diferenças entre Djokovic e Nadal? Sinner tem a resposta

Por Bola Amarela - Abril 14, 2021
sinner

Jannik Sinner desceu à terra frente a Novak Djokovic, ao ser eliminado na segunda ronda do Masters 1000 de Monte Carlo. No entanto, o jovem italiano de 19 anos tirou ilações daquilo que pode fazer melhor e ganhou mais experiência diante dos melhores do mundo. Depois de defrontar Rafael Nadal em Roland Garros, agora ficou a saber o que é ter o sérvio pela frente em terra batida.

“É difícil comparar, não quero dizer nada que ofenda alguém. São os dois grandes campeões. Djokovic, por um lado, defende-se muito bem na linha de fundo. Move-se de forma genial e desliza muito bem. Adapta-se perfeitamente a qualquer superfície. Rafa, por seu lado, marca a diferença com a potência física. É um jogador que joga em terra como se estivesse em casa. A bola é muito pesada e marca a diferença com essa força que tem. São dois jogadores diferentes, mas não quero dizer que é mais difícil de bater”, referiu.

Sobre o encontro em si, Sinner não teve problemas em destacar os aspetos que terá de evoluir para conseguir um resultado melhor numa próxima ocasião. “Ele responde e defende melhor do que eu. Quando está em corrida, bate na bola muito bem. Tenho de servir muito melhor também. Não há algo concreto a aprender, é geral. Tenho de compreender como jogar nos momentos concretos de cada encontro. O mais difícil no Djokovic é que devolve cada bola. Isso faz com que seja especialmente difícil defrontá-lo. Toma sempre as decisões certas nos momentos importantes”, acrescentou.

Bola Amarela