Dia ‘D’: circuitos devem voltar em agosto e o esboço do calendário está fechado

Por José Morgado - Junho 10, 2020
rafa-nadal

Esta quarta-feira, 10 de junho, promete ser decisiva no que ao futuro do ténis em 2020 diz respeito. Esta tarde, os principais tenistas do circuito ATP vão reunir online para conhecerem os planos do circuito para aquilo que ainda resta da época, sendo que, ao que tudo indica, a vontade da Federação norte-americana (USTA) em realizar o US Open e o torneio de Cincinnati vai prevalecer, mantendo os torneios no mês de agosto neste primeiro esboço de calendário que vai ser aprovado.

O calendário que será apresentado aos jogadores esta quarta-feira ainda deve estar longe de totalmente fechado, mas já é possível ter uma ideia de quando vão ser disputados os principais torneios, tanto ATP como WTA. As jogadoras do circuito feminino não reúnem, mas o presidente Steve Simon está articulado com o ATP e as decisões estão a ser tomadas em conjunto.

Em cima da mesa está a realização do US Open, Roland Garros e ainda dos torneios de Roma, Madrid, Pequim, Tóquio, Xangai, Basileia, Viena, Wuhan (onde o coronavírus começou), Paris, tal como as ATP, WTA e Davis Cup Finals.

DATAS CHAVE

3 de agosto — regresso dos circuitos

10 de agosto — ATP/WTA Washington

17 de agosto — ATP/WTA Cincinnati

31 de agosto — US Open

14 de setembro — ATP/WTA Madrid

21 de setembro — ATP/WTA Roma

28 de setembro — Roland Garros

12 de outubro — WTA/ATP Pequim

19 de outubro — ATP Xangai/WTA Wuhan

26 de outubro — ATP Vienna e Basileia/WTA Zhengzhou

2 de novembro — ATP Paris/WTA Moscovo e Tóquio

9 de novembro — ATP NextGenFinals/WTA Finals

16 de novembro — ATP Finals/WTA Elite Trophy

23 de novembro — Davis Cup e Fed Cup Finals

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.