De Minaur e a polémica na Austrália: «Eu prefiro ser o chato que deixa o ténis falar por mim»

Por José Morgado - 19 Janeiro, 2019

Alex De Minaur, o melhor tenista australiano da atualidade — vai subir para o seu melhor ranking de sempre após o Australian Open –, tem-se mantido à margem da polémica a envolver o ténis do seu país, que envolve, essencialmente, Lleyton Hewitt, Bernard Tomic e Nick Kyrgios.

Uma das acusações mais fortes por parte de Tomic — e que Kyrgios também já insinuou — é a de que há conflito de interesses na relação entre o selecionador da Taça Davis e De Minaur, que alegadamente recebe um tratamento privilegiado de Hewitt, mas Demon, que até é bom amigo de Kyrgios, não perde tempo com essas coisas. “Este sou eu. Foco-me em mim. Há muita coisa que acontrece fora do court. Prefiro ser o chato que deixa que o seu ténis fale por si dentro de court. Sou aquele miúdo que vai deixar tudo no court e tentar continuar a melhorar. Se isso fizer de mim alguém aborrecido para a imprensa quer dizer que estou a fazer um bom trabalho.”

De Minaur caiu na terceira ronda do Australian Open diante de Rafael Nadal, na sexta-feira. Bernard Tomic e Nick Kyrgios não passaram da eliminatória inaugural.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.