Daniel Rodrigues está na final do Porto Open 2019

Por Bola Amarela - Julho 27, 2019
porto-open-daniel-rodrigues

Já são conhecidos os finalistas dos quadros de singulares do Porto Open. Georges Mytille e Eva Guerrero Alvarez, em femininos, e Pablo Gonzalez e Daniel Rodrigues, em masculinos, vão regressar amanhã para disputar o título do mais antigo torneio portuense de ténis.

Começamos por Daniel Rodrigues, que participou no segundo encontro de singulares masculinos do dia. Dono de uma humildade imensa, Daniel chegou a este Porto Open com a vontade de melhorar o seu ténis e de aprender com os seus adversários. Contudo, o destino havia-lhe reservado outras surpresas.

O português esteve soberbo durante toda a partida e ofuscou completamente o francês Hugo Grenier. Não falamos apenas da qualidade tenística, falamos também de uma diferença abismal de comportamento entre ambos. Grenier, vendo-se sem argumentos em court, tratou de tentar desestabilizar o árbitro e o jogador madeirense. Uma atitude triste que foi recompensada com a eliminação do torneio. Já Daniel, com o público a apoiar fortemente cada ponto, segue para a final com os parciais de 6-0 e 6-2 e um percurso inegavelmente fabuloso neste torneio. Veio para aprender, mas lutará agora pelo título.

Quanto ao primeiro encontro das semifinais masculinas, Pablo Gonzalez esteve irrepreensível no serviço e em quase todos os outros aspetos. O francês Antoine Chauvinic esteve sempre em dificuldades e nunca conseguiu impor o seu jogo. Prova disso são os parciais de 6-2 e 6-3 a favor do tenista madrileno.

A batalha entre Mari Osaka, irmã de Naomi, e Georges Myrtille foi intensa e decidida em pequenos detalhes. Até este ponto, a japonesa havia sido muito consistente, mas encontrou uma parede impenetrável nestas meias-finais. Myrtille não vacilou nos momentos importantes e garantiu a presença na final do Porto Open com os parciais de 7-6(3) e 7-5.

As espanholas Eva Guerrero e Guiomar Maristany não quiseram ficar atrás e protagonizaram mais um espetacular encontro no dia de hoje. Foram três sets e quase três horas de jogo, mas no final foi Eva quem conquistou o almejado carimbo no passaporte rumo à final. 6-3, 4-6 e 7-6(4) foram os parciais deste fantástico encontro.

  • Categorias:
  • ITF
Bola Amarela