Coric após confirmar melhor resultado da carreira em Melbourne: «Há dois anos teria perdido este encontro»

Por José Morgado - 19 Janeiro, 2019

Borna Coric, de 22 anos, está a mostrar esta semana em Melbourne que a sua boa temporada de 2018 não foi um acaso. O croata, que entrou na prova como 12.º tenista mundial, apurou-se este sábado para os oitavos-de-final de um Grand Slam pela segunda vez consecutiva, depois de ter caído com Juan Martín Del Potro nessa fase da prova em Nova Iorque.

Na terceira ronda em Melbourne, Coric superou um início desastroso para bater o seu bom amigo sérvio Filip Krajinovic, por 2-6, 6-3, 6-4 e 6-3, e no final admitiu que a sua recente maturidade competitiva fez toda a diferença. “Entrei muito mal e não sei explicar muito bem porquê. Não estava nervoso, não tive nenhumas dores mas não estava a sentir-me bem. Depois recuperei bem e mostrei muita força mental. Há dois anos teria perdido este encontro certamente, depois daquele primeiro set em que estive mal.”

O jovem croata revelou ainda algumas das suas ambições para 2019. “Não tenho nenhuns objetivos específicos. Quero jogar um certo número torneios, quero trabalhar o meu físico, o meu ténis. Tenho isso definido mas não penso em resultados, rankings e isso. É claro que se sou número 12 do Mundo 0 próximo passo é ser top 10, mas estou tranquilo…”

Coric vai defrontar nos oitavos-de-final o francês Lucas Pouille, que este sábado derrotou Alexey Popyrin. O croata lidera o confronto direto diante do francês por 2-0, incluindo um triunfo em Viena, na reta final da temporada passada.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.