Como fica o top 10 WTA com direito a um novo máximo de carreira

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 15, 2022
swiatek

Iga Swiatek conquistou o seu quinto título consecutiva — à boleia de 28 vitórias — e sagrou-se novamente campeã no WTA 1000 de Roma. A polaca defendeu, por isso, os pontos que tinha a cair da temporada passada e manteve-se com uma distância muito saudável na liderança do ranking mundial feminino.

Mas o top 10 desta segunda-feira apresenta três alterações, com o principal destaque a ir para Ons Jabeur, finalista vencida no Foro Italico. A tunisina salta para o 6.º lugar do ranking, um máximo de carreira, enquanto Aryna Sabalenka também recupera uma posição e sobe para o 7.º posto.

Novo top 10 WTA

1 – Iga Swiatek (=) – 7.061
2 – Barbora Krejcikova (=) – 4.911
3 – Paula Badosa (=) – 4.770
4 – Maria Sakkari (=) – 4.726
5 – Anett Kontaveit (=) – 4.446
6 – Ons Jabeur (+1) – 4.380
7 – Aryna Sabalenka (+1) – 3.966
8 – Karolina Pliskova (-2) – 3.568
9 – Danielle Collins (=) – 3.315
10 – Garbiñe Muguruza (=) – 3.031

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.