Cinco tenistas brasileiros que prometem dar que falar em 2022

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 9, 2022
Bia-Maia
Porto Open 2020

O ténis brasileiro começou 2022 em grande estilo, com Beatriz Haddad Maia a ficar muito perto de conquistar o título de pares no Australian Open. Bia chegou à final ao lado de Anna Danilina e só caiu frente às melhores do mundo, Barbora Krejcikova Katerina Siniakova. Mas a verdade é que o Brasil tem vários motivos para estar atento ao que vai acontecer este ano. Aqui deixamos cinco brasileiros que prometem dar que falar.

Beatriz Haddad Maia – Era uma escolha obrigatória para esta lista. De volta à sua melhor forma, Bia está no 73.º lugar do ranking WTA de singulares e começa a ameaçar a sua melhor classificação de sempre, quando foi 58.º em 2017. Aos 25 anos, tem muita margem de progressão e pode perfeitamente fechar dentro do top 50… em singulares e pares!

Thiago Monteiro – Esta semana até fica marcada pelo momento em que o tenista de Fortaleza saiu do top 100, mas a resposta não podia ter sido melhor. O canarinho bateu Albert Ramos, recém campeão em Córdoba, e mostrou força mental para continuar a lutar. Se engrenar uma série de bons torneios pode bater o seu melhor ranking de 74.º do Mundo.

Laura Pigossi – A paulista viveu um autêntico sonho nos Jogos Olímpicos, mas já nos confessou que tem o sonho de entrar no top 100 esta temporada. Se alinhar uma série de bons torneios e tiver confiança no seu ténis, Pigossi tem claras hipóteses de se juntar a Bia Maia nas 100 melhores do mundo. Já andou perto quando foi 125.ª, mas a motivação está mais alta do que nunca para superar essa marca.

Felipe Meligeni – Com três meias-finais e uma final Challenger em 2021, o potencial de Felipe está claro. Aos 23 anos, tem muita evolução pela sempre e apresenta todas os traços para poder facilmente voltar ao top 200 e começar a escalar ainda mais. Nesta altura é o 226.º do ranking ATP e vai precisar de uma grande campanha no circuito Challenger para depois começarmos a vê-lo com mais regularidade no ATP Tour.

Matheus Pucinelli – Tem apenas 20 anos, é número 282 do ranking ATP e já começou a mostrar o que vale em 2021. Pucinelli alcançou duas meias-finais no circuito Challenger, depois de largar de vez o ITF World Tour, e agora quer dar o próximo passo em 2022. É um dos jovens valores do ténis brasileiro e quem sabe até onde poderá chegar já esta temporada. Terá dores de crescimento, claro, mas é uma promessa com muito talento.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.