Candidato no Rio Open em boa português: sabia que a avó de Berrettini é… brasileira?

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 14, 2022
Crédito: Fotojump

Matteo Berrettini é o grande candidato, pelo menos no papel, à conquista do ATP 500 do Rio de Janeiro. O italiano, primeiro cabeça-de-série e número seis do ranking ATP, entra com grande ilusão no Rio Open, um torneio onde se sente em casa. É que o sangue brasileiro corre na família de Berrettini, uma curiosa informação que o transalpino partilhou durante um passeio de veleiro na Baía de Guanabara.

Berrettini aproveitou o sol e fez a viagem com Bruno Soares, mas também os pais Claudia e Luca, o irmão Jacopo e a avó Lúcia, que é brasileira, como o italiano fez questão de explicar com orgulho. É por isso que Berrettini entende bem o português e até há uma palavra de que gosta especialmente.

“A minha avó, mãe da minha mãe, é brasileira, mas mora em Itália há 60 anos. Ela nasceu no Rio, cresceu aqui e conheceu o meu avô em Itália, quando viajou para lá como turista. Eles apaixonaram-se. Ela sente-se muito brasileira e desde que eu era pequeno, contava-me coisas do Brasil e como essa história tem grande significado para ela e para mim também. Eles falavam comigo em português até eu fazer uns 3 anos, por isso entendo a língua e principalmente a palavra saudade, por sentir muita ‘saudade’ da minha família. Vim a primeira vez para o Brasil quando tinha uns 10 meses, mas é a primeira vez que vou jogar o Rio Open e que faço esse passeio”, explicou.

Recorde-se que Berrettini tem um bye na primeira ronda e está à espera de saber quem será o seu adversário: vai sair do duelo entre Thiago Monteiro Sebastian Baez.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.