Bruno Soares: «Fui expulso do ‘chat’ da PTPA, não sei o que se passa lá»

Por José Morgado - Novembro 18, 2020
bruno-soares

Bruno Soares, brasileiro que é um dos atuais membros do Conselho de Jogadores, confirmou esta quarta-feira a notícia de que Novak Djokovic e Vasek Pospisil, co-presidentes da nova associação de jogadores (PTPA) criada em finais de agosto, querem reentrar no Conselho apenas dois meses e meio depois de se terem demitido das suas funções.

O campeão de pares masculinos do US Open 2020 não escondeu a sua surpresa. “É interessante, porque eles demitiram-se há pouco tempo para formarem a PTPA. Não sei o que se passa lá, muito sinceramente. Fui expulso do chat deles, talvez porque tenha continuado no Player’s Council, por isso não faço ideia quais são as ideias deles. Não sei o que andam a fazer”, admitiu o tenista de 38 anos.

Soares assume que estes são tempos interessantes. “Isto aqui não é como na política em que se faz campanha para ser eleitos. Aqui não há disso, pelo que é difícil conhecer as motivações deles para regressar ao Conselho de Jogadores. Estão tão chocado e confuso sobre o facto de eles quererem voltar a entrar como qualquer um de vocês, para ser honesto”.

O sentimento de Soares deverá ser comum ao de Kevin Anderson, presidente, Roger Federer, Rafael Nadal ou Andy Murray, que atualmente integram todos os Conselho e não quiseram fazer parte da PTPA.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.