Berrettini: «Federer é o meu ídolo, mas Djokovic é uma máquina»

Por Tiago Ferraz - Abril 10, 2020
matteo-berrettini

O tenista italiano Matteo Berrettini foi citado pela Ubi Tennis onde falou dos três tenistas que compõem o Big Three e começou por deixar grandes elogios a Roger Federer:

«Roger Federer é o ténis. Não há ninguém como ele. Pode fazer o que quiser no court, faz com que tudo pareça fácil, tem o ténis no sangue. É o meu grande ídolo e podia estar dois anos seguidos a falar dele», revelou.

Apesar do ídolo do italiano ser Federer, Berrettini também tem palavras simpáticas para o maiorquino Rafael Nadal:

«A sua intensidade é incrível. Nunca vi nada parecido. Com ele não interessa qual é o resultado no marcador e ele transmite a ideia de que até pode estar a perder por 5-0, mas vai dar tudo para dar a volta», disse, citado pelo Punto de Break.

Por último, o italiano falou do sérvio Novak Djokovic e diz que ele é mesmo…Uma “máquina”:

«(Djokovic) é uma autêntica máquina, para mim é o adversário mais difícil que podes enfrentar. Tem uma resposta magnífica e não te deixa jogar. Em Londres eu recordo-me que coloquei 70% dos meus primeiros serviços no segundo set e mesmo assim perdi por 6-1», concluiu.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.