Badosa revoltada: «As redes sociais têm um lado bom mas não consigo vê-lo em lado nenhum»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 30, 2022

Paula Badosa ocupa o terceiro lugar do ranking WTA, mesmo que não esteja a atravessar um momento de forma particularmente bom. A espanhola confessa que a confiança não existe na sua cabeça neste momento, explicando o que está a fazer para tentar lidar com isso.

“Não me posso pressionar tanto. Estou a viver um processo novo para mim e sinto-me muito exposta. Isso faz com que tenha a necessidade de ganhar sempre e me sinta responsável por ser número três do Mundo. É incrível que ainda esteja nessa posição com tudo o que vivi este ano porque agora não tenho confiança”, confessou no programa El Larguero.

Badosa reforçou essa ideia, ao adiantar que gostava que ninguém soubesse quem ela é. “Venho de uma pequena terra, sou uma rapariga que adorava fazer desporto e que não sabia que o ténis implicava isto tudo. Sei que sou uma sortuda por me poder dedicar ao ténis, mas cada coisa que faço dentro ou fora do court tem repercussão. Adorava entrar no court sem que ninguém me conhecesse”, destacou.

A finalizar, a espanhola mostrou-se revoltada com as redes sociais. “As redes sociais têm um lado bom mas não consigo vê-lo em lado nenhum. Recebo insultos, ameaças, há muita gente desequilibrada com problemas sérios. Tive uma crise com as redes sociais e agora limitei muito a utilização, já nem vejo quem me menciona. Sou muito emocional, custa-me ignorar o que dizem de mim, mas estou a tentar ver as coisas num ponto de vista irónico e sarcástico”, revelou.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.