ATP pode não oferecer qualquer ponto de ranking a Roland Garros se o torneio mantiver data

Por José Morgado - Março 30, 2020
nadal

Com o Mundo a enfrentar uma das maiores crises de que há memória, o desporto vai tentando adaptar-se à realidade, com as dificuldades e incertezas que toda a situação implica. Em entrevista ao jornal ‘L’Equipe’, o alemão Dick Hordorff, vice-presidente da Federação Alemã de Ténis, não só assegurou que o torneio de Wimbledon será oficialmente cancelado depois da reunião do board diretivo na quarta-feira, como avançou ainda com alguns pormenores bem curiosos sobre o adiamento de Roland Garros para uma data que coincide com uma série de outros eventos já pré-agendados para essa altura.

“A forma como Roland Garros agiu não é aceitável. Se todos começarem a fazer o que eles fizeram, o ténis morre num instante. O ATP ameaçou a Federação Francesa, dizendo-lhes que se eles mantiverem esta data o torneio em 2020 não vai oferecer qualquer ponto ATP. E pode ir mais longe e nem sequer oferecer pontos em 2021”, disparou Hordorff, que foi também treinador de dois atuais membros do ATP Player’s Council — Vasek Pospisil e Randy Lu — e está por isso totalmente por dentro de todo este processo.

bernard-giudicelli

Bernard Giudicelli, presidente da Federação Francesa.

Hordorff vai mais longe na classificação das atitudes do presidente da Federação Francesa, Bernard Giudicelli. “O que ele fez foi nojento. Eu sei que ele entrou em pânico porque vêm aí eleições, mas o Bernard sabe que cometeu um erro gigante. Ele não tem apoio e não é inteligente.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.