A derrota por duplo 6-0 que mudou a carreira de Schwartzman

Por Bola Amarela - Setembro 19, 2019

Diego Schwartzman, de 27 anos, regressou à Argentina depois de um grande US Open (quartos-de-final) com o estatuto de número um argentino pela primeira vez na sua carreira. O tenista de 1,68, nascido em Buenos Aires, participou num muito interessante podcast onde falou de um dos momentos mais marcantes da sua carreira e que foi uma espécie de ponto de viragem.

“O ponto de viragem foi um 6-0 e 6-0 que levei em Houston do Marcos Baghdatis. Senti-me humilhado e foi a única vez que chorei depois de um encontro. Esse encontro marcou o ponto final na minha etapa com o treinador anterior que tinha, o Sebastian Prieto (atual técnico de Del Potro), que me ensinou imenso. Hoje, grande parte das coisas que faço em campo é graças ao Sebastian, mas naquela altura a relação profissional tinha de terminar”, confessou o número 16 mundial.

Schwartzman conquistou o seu primeiro título ATP semanas depois em Istambul. “Nessa semana sentia-me solto. Se perdesse antes dos quartos-de-final saía do top 100 ao fim de dois anos. Não só não saí, como ganhei o meu primeiro título, batendo o Dimitrov na final. Foi especial”.

Bola Amarela