Zverev garante que há tenistas infetados com Covid-19: «Se fossemos testados…»

Por Bola Amarela - Janeiro 19, 2022
epa09690837 Alexander Zverev of Germany plays a shot during his first Round Men’s singles match against Daniel Altmaier of Germany on Day 1 of the Australian Open tennis tournament, at Melbourne Park, in Melbourne, Australia, 17 January 2022. EPA/DAVE HUNT AUSTRALIA AND NEW ZEALAND OUT

O dia começou com o anúncio de que Ugo Humbert testou positivo à Covid-19 quando ia sair da Austrália. Desde logo soaram os alarmes, até porque o francês tinha jogado no dia anterior. Ora, essa questão foi colocada a Alexander Zverev, que garantiu que se estivessem a ser feitos testes de forma regular, ia descobrir-se que muitos mais jogadores estão infetados com Covid-19.

“É evidente que este ano está a haver mais casos na Austrália comparando com o ano passado, tão simples como isso. Estamos com mais liberdade para sair para comer, para fazer o que quisermos. Então é normal haver mais contágios. O meu irmão, quando chegou cá, também esteve. Teve de ficar confinado em Sydney, agora já não tem nada disso. Muitos jogadores contagiaram-se quando chegaram”, começou por afirmar em conferência de imprensa.

Mas Zverev foi mesmo mais longe. “Não estamos a ser controlados com testes. Se fossemos testados havia mais positivos. Eu estou a jogar e não vou a restaurantes, nem ando fora do meu hotel ou fora dos courts, não quer correr o mínimo risco a esse respeito. Estou numa espécie de bolha pessoal. Quero fazer o melhor possível aqui e apanhar Covid-19 ia impedir isso”revelou.

Bola Amarela