Wu bate Shapovalov em Dallas e alcança feito raro para a China

Por José Morgado - Fevereiro 9, 2023
wu

O ténis masculino chinês viveu na sombra do feminino durante a última década, mas tal situação pode estar a mudar. Com Juncheng Shang a aparecer em grande plano, e já depois de Zhizhen Zhang furar o top 100, agora é Yibing Wu quem vai gerando expectativas. É que também ele entrou nos cem melhores do Mundo e agora alcançou um feito raro para o ténis chinês.

É que Wu (97.º ATP) bateu Denis Shapovalov (27.º) de forma clara a caminho dos quartos-de-final do ATP 250 de Dallas. O chinês de 23 anos venceu com os parciais 7-6(1) e 6-4, ficando agora à espera de Adrian Mannarino ou Jordan Thompson na próxima eliminatória.

Refira-se que Wu se tornou no primeiro tenista do seu país a derrotar um jogador do top 30 mundial desde Di Wu, que alcançou esse feito no Masters 1000 de Xangai em 2016, ao bater Pablo Cuevas (22.º na altura). Agora, Yibing Wu, que deslumbrou no circuito Challenger em 2022, parece apostado em afirmar-se ao mais alto nível.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt