[VÍDEOS] Serena Williams tem historial de polémicas com os árbitros no US Open

Por Nuno Chaves - 9 Setembro, 2018

Este sábado o encontro da final feminina no US Open, que teve como vencedora a estreante Naomi Osaka, ficou marcado pela triste polémica entre Serena Williams e o árbitro português Carlos Ramos. Mas esta não foi a primeira vez que a norte-americana teve episódios marcantes em Flushing Meadows… nem com árbitros portugueses.

Em 2004, a então muito jovem Serena, num encontro frente a Jennifer Capriati e com Mariana Alves a dirigir o embate, sentiu-se injustiçada pelas suas bolas serem chamadas fora, em momentos importantes, alegando que eram dentro (aqui, diga-se, ainda não existia sistema eletrónico de arbitragem).

Já em 2009, seguiu-se outro caso… mas bem mais grave. Na meia-final frente a Kim Clijsters, num momento importante do encontro, Serena teve uma falta de pé e depois a polémica instalou-se.

Em 2011, na grande final frente a Samantha Stosur, Serena tinha break point contra no início do segundo set, festejou antes do ponto terminar e a árbitro de cadeira deu ponto à australiana. Mais um momento de grande polémica…

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.