[VÍDEO] Tomic admite ameaças a Hewitt: «E mantenho-as. Se ele passar a um metro de mim…»

Por José Morgado - Fevereiro 3, 2019
tomic

Está cada vez pior a novela do ténis australiano. Bernard Tomic, das costas viradas para Lleyton Hewitt, deu uma longa entrevista ao programa ’60 minutos’, onde admite e mantém todas as ameaças feitas ao capitão da Taça Davis, mas recusa qualquer tipo de palavras na direção da mulher ou dos filhos do antigo número um do Mundo.

“Eu mandei-lhe uma mensagem. Avisei-o que se ele passasse a um metro de mim que ia mandá-lo ao chão. Mas nunca mencionei a família dele. O quão baixo tem de ser ele para meter a família nisto? É uma das coisas mais baixas que já o ouvi dizer. Jamais ameaçaria a família mas mantenho tudo o que lhe disse a ele”, disparou o antigo top 20 mundial, que deu esta longa entrevista ao lado do seu igualmente polémico pai, John.

Na mesma entrevista, Tomic e o pai insistem que Leyton ameaçou o então jovem de 16 anos durante uma eliminatória da Davis. “Ele ameaçou-o. Se tivesse sido eu a fazê-lo estaria preso agora. Nós temos um país muito bonito. Quem é Lleyton Hewitt?”, questionou John.

Tomic, por seu turno, gostaria de voltar a jogar a competição. “Eu adoro a Taça Davis, acho que é uma competição incrível. Tenho um registo fantástico na prova, mas enquanto ele estiver lá eu não irei. É injusto. Não penso que tenha desrespeitado o ténis alguma vez. O ténis tem sido a minha vida e eu disse o que disse no passado. Não tenho de fingir ser algo que não sou.”

Tomic remata dizendo que tem tido uma carreira excelente. “Nem todos podemos ser o Roger Federer ou o Michael Jordan”.

 

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.