[VÍDEO] Faz hoje 9 anos: o dia em que Federer travou o invencível Djokovic

Por José Morgado - Junho 3, 2020
federer

Roger Federer tem muitas vitórias especiais ao longo da sua carreira, mas uma das mais relevantes foi aquela que aconteceu a 3 de junho de 2011, quando derrotou Novak Djokovic para se qualificar para a final de Roland Garros pela quinta vez na sua carreira (depois de 2006, 2007, 2008 e 2009).

O suíço, que então nem vinha a fazer uma época particularmente fulgurante — e tinha saído do top 2 mundial pela primeira vez desde 2003 — bateu o sérvio por 7-6(5), 6-3, 3-6 e 7-6(5), colocando um ponto final numa inacreditável série de 43 vitórias seguidas de Nole, que durou precisamente entre a derrota para Federer nas meias-finais das ATP Finals de 2010 (em novembro) até às meias-finais de Roland Garros, em junho de 2011. Pelo meio, Djokovic venceu a Taça Davis, Australian Open, Dubai, Indian Wells, Miami, Belgrado, Madrid e Roma, batendo Nadal e Federer por diversas vezes.

Acabou por ser também uma boa prenda de aniversário para Rafa Nadal, que depois de perder duas vezes com ‘Nole’ nas finais de Madrid e Roma acabou por não ter de defrontar o sérvio naquele que parecia ser um ataque sério de Djokovic ao seu domínio em Paris.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.