Tsitsipas quer pedir desculpa a Rublev: «O que disse foi injusto e incorreto»

Por José Morgado - Dezembro 4, 2022

Stefanos Tsitsipas, número quatro do Mundo, foi uma das principais figuras da temporada de 2022 — entrou mesmo nas ATP Finals com chance de acabar como número um do Mundo –, mas a última imagem deixada pelo helénico de 24 anos na época… não foi boa. Tsitsipas não só perdeu na fase de grupos, eliminado na última jornada por Andrey Rublev, como desvalorizou o seu adversário, afirmando então não entender como é que é possível o russo, com as armas que tem (ou não tem…) derrotá-lo.

“Sinto-me que lhe devo um pedido desculpas porque aquilo que disse não foi justo, nem correto. Mas eu queria espicaçá-lo para que ele tentasse ganhar ao Ruud, pois se ele vencesse eu acabaria o ano no top 3 ATP e isso era importantes para mim. A verdade é que ele acabou por não conseguir jogar bem nas meias-finais e senti-me um pouco culpado por isso. O Andrey é um grande jogador, tem imensas armas e usa muito bem o court. É uma espécie de Marat Safin dos tempos modernos”, disparou o grego em declarações ao ‘Arab News’, na antecâmara e duas exibições (na Arábia Saudita e Abu Dhabi) que Tsitsipas jogará na região…

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.