Treinador de Sakkari deixa aviso à concorrência: «Pode tornar-se a melhor jogadora do mundo»

Por Bola Amarela - Setembro 30, 2021

Maria Sakkari já era uma tenista a ter em conta antes, mas este está a ser um ano de verdadeira afirmação para a grega. A ocupar um lugar no top 10 pela primeira vez na carreira – fecha as dez primeiras -, Sakkari chegou às meias-finais em Roland Garros e no US Open, mas o seu treinador tem ambições muito altas para a helénica.

“Odeio projeções. Posso dizer a qualquer jogadora que pode ser número 10 ou número um, o que importa é trabalhar para alcançar essa barreira. Sei que a Maria pode tornar-se a melhor jogadora do mundo. Barty? A Maria já lhe ganhou. Osaka? A Maria já lhe ganhou. Kvitova? A Maria já lhe ganhou. Não há ninguém a quem não consiga ganhar, por isso, por que não ser a melhor? Tem de se tornar um pouco mais arrogante e pensar que ela é que é a melhor”destacou Tom Hill.

O jovem treinador explicou ainda um exercício curioso que utilizou para levar Sakkari a evoluir. “Na universidade aprendi um método que é o método do 13. Se fizeres algo 13 vezes seguidas, à 14.ª sairá de forma natural. Fizemos isso em 13 encontros: o objetivo era não se chatear com os erros e entender que podia estar a jogar bem e, ainda assim, perder pontos. Insisti que lutasse sempre”, apontou.

  • Categorias:
  • WTA
Bola Amarela