Townsend e o racismo: «Tive pessoas a dizer que eu era a Coco Gauff»

Por Tiago Ferraz - Junho 9, 2020
townsend

A tenista norte-americana Taylor Townsend deu uma entrevista ao Tennis United onde falou do racismo e diz que, para si, o ténis está longe de ser unido.

“O mundo do ténis não é um lugar unido. Perdemos a nossa identidade porque parece que somos todas iguais. Tive pessoas que falavam comigo que diziam que eu era a Coco Gauff. Não sou a Coco Gauff, mas para essa gente aprece que temos todos o mesmo aspeto. Todos vêm uma pessoa negra e acreditam que é a Serena ou a Venus Williams ou então a Sloane Stephens”, disse, em palavras fortes, citada pelo Punto de Break.

Taylor Townsend mostra-se irritada com a questão do racismo e diz mesmo que a identidade das pessoas negras foi “roubada”:

” A comunidade negra foi suprimida, roubaram a nossa identidade. Os homens negros estão a ser assassinados a tiro no meio da estrada e em plena luz do dia por agentes policiais. Esta é a nossa realidade e esta é a realidade com a qual temos que lidar durante muito tempo por parte de pessoas que não se sentem confortáveis connosco. Esta é a nossa realidade, está sempre a acontecer. De semana a semana, em cada torneio que jogo nos Estados Unidos, no estrangeiro, não importa o local”.

Recorde-se que Coco Gauff também já reagiu aos sucessivos (e lamentáveis) episódios de racismo que resultaram, entre outras consequências, na morte de George Floyd.

  • Categorias:
  • WTA
Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.