Tomic quer voltar a tentar: «Podia ter lutado por Grand Slams e agora quero ser top 10»

Por Bola Amarela - Dezembro 10, 2021
Foto: Getty Images

Bernard Tomic é uma das figuras mais polémicas no ténis. Aos 29 anos, é número 254 do ranking ATP depois de ter prometido muito no início da carreira. Foi aí que começaram as distrações fora de court, mas o australiano parece ter-se reencontrado. É que deu uma entrevista marcada pelo facto de reconhecer que errou muito e que quer voltar a tentar a sério para se despedir do ténis com um sentimento positivo.

“Nunca teve a ver com o dinheiro. Deixei de querer saber disso há muito tempo. Podia parar agora e ser feliz. Mas não quero. O que é que vou fazer? Tenho 29 anos. O meu melhor ranking foi número 17. Podia ter sido top 5 e lutado por Grand Slams. Mas isso é outro nível. Tenho mais uma tentativa, talvez uns cinco anos. Não sou o mesmo que quando tinha 18 ou 20 anos, estou mais velho, mais sábio. Já não sou um miúdo estúpido”, disse ao Courier Mail.

Questionado sobre o que é preciso para terminar a carreira de consciência tranquila, Tomic foi rápido a responder. “Agora quero ser top 10. Quando fui 17.º fiquei a uns pontos de ser 12.º. E isso foi com 60 por cento do esforço. Sei que consigo entrar no top 10 e posso fazê-lo em dois ou três anos. E retirar-me feliz, vamos ver. Nos últimos anos deixei de querer saber, agora preocupo-me um bocadinho”, destacou.

E depois veio a parte dos arrependimentos. Como quando disse que não queria saber porque tinha dinheiro suficiente. “Isso vem do cérebro de um miúdo. Quando penso nisso, pergunto-me ‘por que é que disse aquilo?’. Arrependo-me de tanta coisa, de coisas que não devia ter dito”, confessou.

Bola Amarela