Thiem surpreende: «O que mais me custa é falhar as Davis Cup Finals em Innsbruck»

Por Bola Amarela - Agosto 23, 2021
thiem

Dominic Thiem não joga mais esta temporada, sendo que o primeiro golpe mais duro é o facto de não ter hipótese de defender o título conquistado no US Open no ano passado. No entanto, em entrevista ao ‘Kronen Zeitung’, o austríaco, atual 6.º classificado do ranking ATP, surpreendeu ao dizer o que é que lhe vai doer mais.

“É muito duro não defender o US Open, mas sem dúvida o que me custa mais é falhar as Davis Cup Finals em Innsbruck. É possível que este tipo de coisas só aconteçam uma vez na vida e eu não vou poder estar presente num grande momento”explicou Thiem, que ainda falou sobre o que sentiu quando sofreu a lesão, em Maiorca. “Foi hor´rivel. Foi um dos momentos mais duros na minha carreira. Bati uma direita forte e soube logo que as coisas não estavam bem. Agora resta preparar bem o meu regresso aos courts”, sublinhou.

Além de explicar que os próximos exames são daqui a um mês e que espera estar a treinar no início de novembro para se preparar para o Australian Open, Thiem ainda fez uma antevisão do US Open. “Não há dúvidas de que Djokovic é o grande favorito. Tem a oportunidade de ganhar os quatro Grand Slams num ano. A última vez que isto aconteceu foi em 1969, por Rod Laver. Novak está perante a grande oportunidade da sua vida para o conseguir”afirmou.

Bola Amarela