Thiem pode ser número dois já em fevereiro e fazer o que ninguém consegue há 15 anos

Por Nuno Chaves - Janeiro 3, 2021
Nadal-Thiem

Dominic Thiem, número três mundial, é um dos naturais sucessores do Big Three e o austríaco tem já uma enorme motivação para o início de época.

O campeão do US Open tem atualmente 9.125 pontos e está a apenas 725 pontos de Rafa Nadal, que ocupa a segunda posição do ranking mundial.

Ora, Thiem pode ultrapassar o espanhol logo após o Open da Austrália. Como se sabe, até pelo menos ao dia 1 de março, os tenistas não podem perder pontos (apenas somam) e, na ATP Cup, pode fazer uma aproximação muito significativa a Nadal, já que no ano passado venceu apenas um jogo, enquanto que o maiorquino chegou à final da competição.

Caso se confirme uma boa prestação de Thiem na ATP Cup, o tenista de 27 anos, se vencer no Australian Open, garante praticamente a subida até à segunda posição… algo que seria histórico.

É que desde o dia 25 de julho de 2005, altura em que Lleyton Hewitt saiu do top 2, só houve quatro tenistas a ocuparem as duas primeiras posições do ranking: Novak DjokovicRoger FedererRafa NadalAndy Murray.

Um dado verdadeiramente impressionante e que comprova todo o impacto que têm tido na modalidade nos últimos 15 anos.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.