Thiem fala de Djokovic, Nadal e Federer e explica o porquê das dificuldades da NextGen em Grand Slams

Por Nuno Chaves - Novembro 8, 2019
Foto: Getty Images

Dominic Thiem é um dos jogadores que vai estar presente nas ATP Finals, depois daquela que terá sido a melhor temporada da sua carreira.

O austríaco esteve à conversa com os jornalistas onde falou de Novak DjokovicRoger FedererRafa Nadal. Sem surpresas, deixou muitos elogios. “Estamos numa situação excepcional. temos campeões como o Federer, Djokovic e Nadal, que venceram, pelo menos, 16 Grand Slams e enfrentaram-se mais do que qualquer outra pessoa antes. Ao mesmo tempo, isso é um infortúnio para nós, jovens, que enfrentamos os três tenistas mais fortes de todos os tempos”, confessou o número cinco mundial.

Thiem referiu mesmo as principais diferenças do Big 3 para a concorrência. “Comparando ao resto, a maior diferença é a consistência. Derrotei todos os três, mesmo em grandes torneios, mas devo dizer que, independentemente da superfície e do torneio, eles cometem muito poucos erros”, explicou.

“Eles não oferecem quase nada. Nas meias-finais em Roland Garros venci o Djokovic após cinco horas de batalha. E se consegues derrotar um, depois o próximo está já à tua espera. Isso é realmente difícil para os jovens e, por isso, é que temos dificuldades para vencer um Grand Slam”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.