Thiem defende governo australiano: «Djokovic só queria ajudar mas era óbvio que ia levar nega»

Por Nuno Chaves - Janeiro 22, 2021

Novak Djokovic, número um mundial, pediu recentemente melhores condições aos tenistas que se encontram em Melbourne, algo que foi prontamente negado pelo governo australiano.

Dominic Thiem, que está em Adelaide, tal como Nole, comentou as declarações do sérvio e a consequente nega das autoridades. “Ele já foi criticado injustamente no passado mas aqui não sei. Ele tentou ajudar os outros jogadores em Melbourne mas a Austrália fez um grande trabalho em relação à pandemia, quase que não existe e eles querem continuar assim”, referiu, citado pelo TennisHead.

Thiem foi ainda mais longe e defendeu a quarentena para todos os jogadores que tenham estado nos voos com casos positivos. “Consigo entender o departamento de saúde e a Tennis Australia, eles são super, super cuidadosos e queriam todos os que tiveram nos voos com casos positivos em quarentena. Temos de entender isso, mesmo que seja um grande azar para os jogadores que estiveram nesses aviões. Esse foi o risco que tomámos e sabíamos disso. O Novak só queria ajudar mas era óbvio que ia levar uma nega”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.