Swiatek revela momento em que percebeu que podia vencer Roland Garros

Por Tiago Ferraz - Outubro 26, 2020
Swiatek2

A jovem tenista polaca Iga Swiatek, vencedora do torneio de Roland Garros de 2020, falou ao Behind The Racket onde abordou vários temas.

“Só tenho 19 anos e não vivi nada de especial na minha vida. Ao crescer, jogava ténis porque tinha muita energia e porque gostava da modalidade. O ténis foi uma oportunidade para eu conseguir estar num court e para conseguir tomar decisões. Adorava ganhar e era muito competitiva. Adorava esta modalidade, mas não me apaixonei pelo ténis imediatamente uma vez que não sabia se poderia ser tenista profissional”, salientou, citada pelo Punto de Break.

Iga Swiatek falou das dificuldades por que passou ainda em tenra idade e destaca o momento em que percebeu que podia vencer Roland Garros:

“Sou uma pessoa que não lida muito bem com as lesões. Com 16 anos, fui operada e estive muito mal. Dois anos depois, lesionei-me nas costas no dia anterior ao da minha terceira ronda em Roland Garros em 2019. Estive muito mal, decidi forçar e fui jogar e perdi o set inicial por 6-0. Percebi que a dor era algo da minha cabeça. A partir daí consegui avançar e venci em três sets. Foi nesse momento que percebi que mais tarde ou mais cedo podia vencer Roland Garros”, disse.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.