Sinner e a ‘polémica’ com Zverev em Paris: «Pareceu-me que inventou uma desculpa»

Por Tiago Ferraz - Novembro 25, 2020
sinner

O tenista italiano Jannik Sinner deu uma entrevista ao Corriere Della Sera onde falou das emoções vividas após a conquista do seu primeiro título ATP da carreira que foi conquistado em Sófia.

O italiano falou do que sentiu após vencer o título de campeão no torneio de categoria 250 e revela que o facto de ter conquistado um título não muda a sua forma de pensar, afirmando que ainda tem muito para evoluir.

Ao Corriere della Sera Jannik Sinner falou sobre o seu ídolo, Roger Federer, e espera jogar com ele a nível oficial como já tinha dado a entender há várias semanas:

“Claro que adorava jogar contra o Federer. Também gostava de jogar com Dominic Thiem e Novak Djokovic. Consigo desfrutar sempre que jogo contra os melhores”, salientou.

Jannik Sinner falou ainda de uma eventual má relação com o alemão Alexander Zverev depois do duelo entre ambos em Roland Garros no qual Zverev disse que tinha febre e que não deveria ter entrado em court:

“Respeito muito Alexander Zverev porque já venceu mais do que eu, tem mais experiência e é um grande jogador. Não concordo com as declarações que ele teve depois de perder contra mim (em Roland Garros). Disse que tinha febre, mas no terceiro e quarto sets ele correu mais do que eu. Pareceu-me que ele estava à procura de arranjar uma desculpa. Nadal e Federer não fariam este género de declarações”, salientou.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.