Sinner bloqueia contra 132.º ATP e soma em Atlanta a quarta derrota seguida

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 29, 2021
sinner

Cotado como uma das novas estrelas do ATP Tour, Jannik Sinner parece ter batido contra uma parede nos últimos tempos. Aos 19 anos, o número 23 do ranking mundial masculino voltou à competição no ATP 250 de Atlanta e perdeu no seu primeiro encontro – referente à segunda ronda -, somando a quarta derrota consecutiva. Um desaire surpreendente que surgiu diante do australiano Christopher O’Connell (132.º) e que se soma às derrotas contra Rafael Nadal (Roland Garros), Jack Draper (Queen’s Club) e Marton Fucsovics (Wimbledon).

Sinner nunca conseguiu incomodar o serviço de O’Connell e caiu com os parciais 7-6(7) e 6-4, em 1h39, com muito peso no desperdício que mostrou no tie-break da primeira partida. É que, depois de um set inteiro sem sequer haver um break point, Sinner liderou por 6-4 e desperdiçou um dos set points no próprio serviço, antes de ter outro – novamente no seu saque – a 7-6. O italiano acusou o facto de ter sido perdulário logo no arranque da segunda partida, ao sofrer um break madrugador e nunca teve hipótese de voltar ao encontro, acabando mesmo por ser eliminado.

O’Connell fica à espera do duelo entre John Isner Jack Sock, mas já há um outro quartofinalista definido. Trata-se do finlandês Emil Ruusuvuori (78.º), que beneficiou da desistência de Benoit Paire (49.º) já durante a terceira partida. O resultado mostrava 4-6, 6-4 e 3-0 a favor do nórdico quando o gaulês abdicou do encontro aparentemente por não aguentar o muito calor que se fazia sentir em Atlanta.

Pedro Gonçalo Pinto