Sharapova aproveita a (eventual) retirada de Murray para criticar outros tenistas ATP

Por José Morgado - 14 Janeiro, 2019

Maria Sharapova, antiga número um mundial, aproveitou a mensagem de apoio a Andy Murray, britânico que se deverá retirar do ténis nos próximos tempos, para lembrar que o antigo número um do Mundo era um dos poucos jogadores masculinos que defendia a igualdade entre os homens e mulheres no ténis.

“O Murray é um dos poucos jogadores com palavras positivas para nós nos últimos seis ou sete anos. Tem havido poucas exceções nesse aspeto e ele felizmente é uma delas. É um exemplo pela sua dedicação dentro de fora do court”, confessou a russa de 31 anos, que admite não saber muito bem quais as reações dos outros jogadores ao adeus de Murray. “Como bem sabem, não passo muito tempo no balneário nem falo com muita gente”.

A russa lembrou ainda quando jogou pares mistos com Andy Murray na IPTL, em 2014. “Claramente não foi muito memorável. Aliás, todos os meus encontros de pares são para esquecer. Ainda assim ganhei três títulos na minha carreira”, brincou.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.