Shapovalov: «As coisas não estão a sair nos encontros, é uma questão mental»

Por José Morgado - Abril 29, 2021
shapovalov-estoril

Denis Shapovalov, número 14 mundial e primeiro cabeça-de-série do Millennium Estoril Open, mostrou-se esta quinta-feira naturalmente desapontado com a eliminação no seu primeiro encontro na prova, diante do francês Corentin Moutet.

O canadiano ainda não tem a certeza sobre o que consegue tirar de positivo deste encontro. “Ainda tenho de falar com a minha equipa. O meu jogo está lá, mas nos encontros as coisas não estão a sair. Estou a treinar muito bem mas nos encontros não estou a conseguir. É uma questão mental.”

Shapovalov assume que gosta sempre de ser agressivo nos seus encontros, mas assume que mentalmente tem tido dificuldades em manter a consistência. “Tento sempre ser agressivo mas não penso que tenha sido suficiente. Fiquei um pouco confuso taticamente. Foi mais uma questão mental. Quero ser agressivo, esse é o meu jogo, mas mentalmente tenho de me comprometer com isso e não ter medo.”

Denis falou ainda da sua relação com Rohan Bopanna, indiano que ficou com ele em Portugal após ser eliminado em pares. “Não estamos a trabalhar juntos. É apenas um grande amigo. Vamos jogar juntos na próxima semana e pedi-lhe para ficar comigo para me ajudar. Ele tem-me ajudado e temos treinado bem. Tem sido bom contar com ele. Ele é um excelente tipo, muito inteligente e pode ajudar-me. “

Para o final, ficou a promessa de uma nova música com Corentin Moutet. “Tenho a certeza que vamos fazer outra música.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.