Rublev continua época de sonho e soma em São Petersburgo o seu quarto título de 2020

Por José Morgado - Outubro 18, 2020
Rublev

Andrey Rublev, prestes a celebrar 23 anos e atualmente no 10.º posto do ranking ATP — é a sua primeira semana como top 10 mundial — escreveu este domingo mais uma página de sucesso numa época absolutamente memorável, ao conquistar o seu quarto título de 2020 em São Petersburgo e segundo de categoria ATP 500. O russo junta este título ao ATP 250 de Doha, ATP 250 de Adelaide (ambos em janeiro) e ao ATP 500 de Hamburgo (setembro).

Na final deste domingo, Rublev derrotou o croata Borna Coric, também de 23 anos e atual número 27 do Mundo (ex-top 15) por 7-6(5) e 6-4, num encontro muito equilibrado e bem jogado, que acabou por ficar marcado pelo facto de Coric ter deixado fugir uma vantagem de 5-2 no tie-break do primeiro set. Rublev, com 34 vitórias em singulares neste louco 2020, agarrou-se a essa vantagem e somou mais um título, fazendo com que Coric perdesse a final pelo segundo ano consecutivo nesta prova, depois de em 2019 ter cedido diante de Daniil Medvedev.

Rublev continua a subir no ranking e saltará na segunda-feira duas posições para o oitavo posto ATP. Sobe a sétimo na corrida para as ATP Finals de Londres (se excluirmos Roger Federer) e parece bem encaminhado para se qualificar pela primeira vez na carreira. Diego Schwartzman (8.º), Matteo Berrettini (9.º), Gael Monfils (10.º, mas afastado do circuito) e Denis Shapovalov (11.º) são nesta altura os jogadores que lutam mais de perto pela qualificação para Londres.

FINAL COMPLETA

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.