Roddick rende-se: «É muito difícil arranjar argumentos contra Djokovic nesta altura»

Por Bola Amarela - Novembro 18, 2021

Andy Roddick é um dos poucos homens no planeta com vantagem no confronto direto com Novak Djokovic, mas até o antigo número um do mundo – o último antes do Big Four – se rende ao sérvio. O norte-americano teceu rasgados elogios ao que Nole tem mostrado ao longo dos últimos anos, afirmando que começa a ser difícil não considerar o número um do mundo como o melhor de sempre.

“Vou dizer isto de forma muito clara. Se Novak Djokovic acaba a carreira com mais títulos de Grand Slam, é estatisticamente impossível discutir se ele é o melhor com base em números. Este sétimo ano a acabar como número é mais um ponto para juntar ao recorde Masters 1000 e ao head-to-head favorável contra os melhores de sempre”, começou por afirmar no Tennis Channel.

Roddick rende-se mesmo às evidências, embora expresse um desejo. “É muito difícil arranjar argumentos contra Djokovic nesta altura. Roger é um dos meus queridos amigos e tenho muito respeito pelo Rafael Nadal. Espero que os dois voltem e ganhem Grand Slams”, atirou.

Bola Amarela