Rafael Nadal fala sobre a ausência do tio Toni: “Eu amo-o e ele ama-me a mim”

Rafael Nadal vai começar na próxima semana a sua primeira participação num torneio do Grand Slam sem a presença do seu tio Toni nas bancadas. O jogador espanhol e o seu técnico de longa deixaram de viajar um com o outro no arranque de 2018 e quem assume agora o papel de técnico principal é Carlos Moya, o que não impede Nadal de manter uma ligação próxima com Toni no que toca ao campo familiar.

Em conferência de imprensa de antevisão ao Open da Austrália, Rafael Nadal foi questionado sobre a notória ausência do seu tio e a relação que os dois mantêm atualmente quando estão a milhares de quilómetros de distância. Sem pensar um segundo que fosse, Rafa diz que mantém uma forte ligação seu tio que, acima de ser seu treinador, é seu familiar:

“Ele faz parte da minha família, não é só um treinador que anda comigo ou não. Eu ligo-lhe enquanto família, eu amo-o e ele ama-me a mim. Não é uma relação profissional, é pessoal. Falei com ele há uns dias e se tiver algo a perguntar-lhe, eu pergunto. E se ele tiver algo para me dizer também o diz. É uma situação bastante fácil”.

A estreia de Rafael Nadal no Open da Austrália é o dominicano Victor Estrella Burgos