Rafael Nadal banaliza Berrettini rumo à sua sexta final no Australian Open

Por José Morgado - Janeiro 28, 2022

Rafael Nadal, de 35 anos, está a uma vitória de se tornar no maior campeão da história em torneios de Grand Slam, depois de esta sexta-feira se ter qualificado para a sua sexta final da carreira no Australian Open, o único Major que ele só venceu uma vez, em 2009, antes de perder quatro finais desde então, com três rivais distintos (Novak Djokovic, Roger Federer e Stan Wawrinka).

Nas meias-finais, o atual número cinco do Mundo derrotou o italiano Matteo Berrettini, sétimo colocado, por 6-3, 6-2, 3-6 e 6-3, em ligeiramente menos do que três horas de partida. Nadal dominou completamente os dois primeiros sets, mas o transalpino de 25 anos parecia ter virado o encontro do avesso e tinha o claro ascendente no quarto parcial quando jogou um péssimo jogo de serviço… que foi fatal.

Nadal qualifica-se para a sua 29.ª final de Grand Slam e tem agora menos duas do que os rivais Roger Federer e Novak Djokovic. Rafa Nadal não discutia o último encontro de um Grand Slam desde Roland Garros em 2020. O maiorquino aguarda pelo vencedor do encontro entre o russo Daniil Medvedev, número dois do Mundo, e o grego Stefanos Tsitsipas, número quatro e seu carrasco no ano passado neste mesmo torneio (quartos-de-final).

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.