Rafa Nadal e Roland Garros: «Se houver condições, lá estarei»

Por Tiago Ferraz - Junho 1, 2020
rafael-nadal
REUTERS/Vincent Kessler – UP1EF5R122CU6

O tenista maiorquino e número dois mundial Rafael Nadal deu uma entrevista ao Stade 2, de França, onde abordou a possibilidade de haver Roland Garros em 2020:

“A situação mantém-se muito complicada, afeta-nos a todos e o mais importante neste momento é manter a mente positiva. Eu estou bem, estive quase dois meses sem sair de casa, mas felizmente disponho de instalações que me permitem manter a forma e agora já estou há duas semanas a treinar. O objetivo primordial é ir treinando, evitar lesões e estar preparado para quando a competição voltar”, disse.

Rafael Nadal revela ainda que a precaução deve ser a palavra de ordem, mas realça que vai marcar presença em paris caso seja possível para defender o título em Roland Garros:

“Acho que devemos encarar o futuro com precaução e com a ideia clara que o primordial é preservar a saúde dos jogadores e de todos os que trabalham no circuito. Percebo que há muita incerteza e acho que se devem tomar as medidas adequadas do ponto de vista sanitário. Se houver condições iguais para que todos possam competir com as mesmas possibilidades lá estarei”, disse.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.