Radwanska: «Retirar-me foi a decisão mais difícil da minha vida»

Por Nuno Chaves - Novembro 7, 2019
agnieska radwanska

Agnieszka Radwanska, retirada há sensivelmente um ano da modalidade, sempre foi conhecida por todo o seu virtuosismo e talento que impunha em cada pancada.

As lesões acabaram por ser determinantes para o final de uma carreira de grande nível, ainda assim, a polaca confessa que… sente saudades. “Às vezes vejo-me capaz de voltar ao court e fazer o meu jogo de sempre. Retirar-me foi a decisão mais difícil da minha vida, mas sinto-me muito bem, aproveitei este tempo para me dedicar a outras coisas. Eu acho que é isso que me impede de pensar na minha etapa como profissional, já que a deixei há pouco tempo. O tempo voa, já abandonei há um ano”, admitiu, em entrevista à WTA.

Radwanska falou ainda sobre toda a sua técnica que lhe era reconhecida. “Sinceramente este tipo de pancadas não se podem treinar. Havia uma realidade no meu ténis, eu não podia jogar de uma forma tão poderosa como as restantes. Tinha de encontrar uma maneira de ganhar os jogos. Essa foi a minha salvação para derrotar todas aquelas jogadoras que atacavam cada bola. É algo que não se pode praticar, ou se tem ou não se tem”, confessou.

 

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.