Que história: Krejcikova é a surpreendente campeã de Roland Garros

Por José Morgado - Junho 12, 2021
krejcikovaaa

Barbora Krejcikova, de 25 anos, sagrou-se este sábado numa das campeãs de Grand Slam de singulares mais surpreendentes da história do ténis, ao vencer a edição de 2021 de Roland Garros, apenas dois meses e meio depois de ter feito a sua estreia no top 50 WTA e no seu quinto quadro principal em Majors.

Depois de ter feito uma caminhada incrível rumo à final, derrotando algumas das melhores jogadoras do Mundo e salvando um match point pelo meio — na meia-final, contra a grega Maria Sakkari –, Krejcikova derrotou na final a russa Anastasia Pavlyuchenkova, também ela a fazer a sua estreia em torneios de Grand Slam, por 6-1, 2-6 e 6-4, mostrando-se mais sólida e forte mentalmente nos momentos decisivos do terceiro set.

No final, incrédula, ergueu os braços ao céu e lembro Jana Novotna, uma antiga campeã checa, entretanto falecida, que é a pessoa mais importante da carreira da nova campeã de Majors, que junta este de singulares aos dois de pares femininos e três de pares mistos que já tinha. E amanhã joga precisamente na final de pares, ao lado de Katerina Siniakova. Desde 2000 (Mary Pierce) que ninguém faz a dobradinha.

Com este resultado, Krejickova, que há um ano estava fora do top 100, vai subir ao 15.º posto WTA, ao passo que Pavlyuchenkova se fixa no 18.º posto da hierarquia mundial.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.